Ana Carolina e sua trajetória musical na dramaturgia brasileira
05/14/2020 15:42 em Ana Carolina

Por Pedro Henrique Pacheco dos Santos, equipe AC na Veia.

 

A Rádio Nove Minutos em parceria com o Fã Clube Ana Carolina Na Veia, efetuou uma pesquisa para relembrar todas as trilhas sonoras da amada cantora, no cenário artístico televisivo e cinematográfico brasileiro, uma lembrança digna de um prelúdio, para quem está ansioso pela live que acontecerá na Sexta-feira, dia 15, às 21 horas.

Ana Carolina ao longo de seus mais de 20 anos de carreira, emplacou diversos hits nas paradas de sucesso por todo o território nacional, mas além disso, conquistou um espaço muito sonhado por diversos artistas do ramo musical, as trilhas sonoras de novelas de grande sucesso no país. Ao todo, Ana já esteve presente 38 vezes com suas músicas em produções de televisão e cinema, ultrapassando o marco de outros grandes artistas como Fábio Junior, Rita Lee e o rei Roberto Carlos. 

Seu primeiro grande sucesso que tornou Ana conhecida por grande parte do público foi Garganta, tema da personagem Juliana (Débora Bloch) em Andando nas nuvens (1999). Tô saindo, outra música de grande sucesso da cantora, foi tema de abertura da novela Vila Madalena, no mesmo ano, o que de passagem, já é um grande feito na carreira de um artista musical, emplacar dois de seus sucessos em novelas da maior emissora do país durante um mesmo período de tempo. 

Em 2001, Quem de Nós Dois, talvez a música mais amada pelos fãs do repertório de Ana Carolina, foi tema da personagem Virgínia em Um anjo caiu do céu, e 18 anos mais tarde, foi tema de abertura de Topíssima, na Record TV. No ano seguinte, Confesso embalou o romance de Amelinha (Adriana Esteves) com o peão Nélio (Vladmir Brichta) em Coração de Estudante, novela que resultou no namoro na vida real dos dois atores.

Em 2003 e 2005, Encostar na Tua e Pra Rua me levar foram temas de personagens de Bruno Gagliasso em Celebridade e América respectivamente, e entre essas duas novelas, Senhora do Destino contou com Uma Louca Tempestade em seu repertório, como tema de Isabel (Carolina Dieckmann), filha de Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), grande vilã de Aguinaldo Silva na trama de 2004. 

Na novela Fina Estampa, atual reprise do horário nobre na Rede Globo, Problemas é tema do romance conturbado de Esther e Paulo (Júlia Lemmertz e Dan Stulbach), que lutam para encontrar concórdia em meio à infertilidade do personagem de Dan e dos conflitos sobre reprodução assistida, que gerou grandes debates no ano de 2011, em que a novela foi lançada. Um ano depois, na trilha sonora de Amor à VidaCombustível foi música dos personagens Edith e Félix (Bárbara Paz e Mateus Solano), na trama que trouxe discussões sobre sexualidade e aceitação ao horário das nove da emissora. 

Desde então, Ana continuou tendo suas músicas nas grandes produções das telinhas, como CoisasSe MancaCoração Selvagem entre outros dos seus tantos marcos de sua carreira. Mas Ana não limitou-se apenas à novelas não. Em 2000, Grito Sozinha foi a primeira composição da cantora a participar de um longa metragem, no filme Condenado à LiberdadeNada pra mimTudo Bem e Velas e Vento foram outras músicas que saíram dos discos e ganharam espaço nas telonas dos cinemas, consagrando ainda mais a carreira da nossa amada Ana Carolina. 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!